Software Livre – Opinião

 

Uma questão muito intrigrante na cultura de nossa área é a adesão ou não pela “liberdade”, coloco assim pois muitos se acham livres usando softwares proprietários, uma vez que temos pontos de vistas diferentes sobre diversas questões.

Você sendo usuário do Windows, por exemplo, afirma ter liberdade para instalar qualquer software freeware que pode resolver seu problema instantaneamente, mas ai eu pergunto: “Seu Windows é original?”

A resposta mais objetiva é “original de fábrica” com uma risada “sinistra”, mas tudo bem, não vou condenar essa atitude pois é a mais condisente com nossa realidade.

Agora fica a questão onde está a liberdade de se usar um software que preciso buscar recursos de burlar o sistema de segurança e conseguir uma licença que seja válida para o uso de todos os seus recursos?

Vamos analisar agora a “liberdade” do Linux.

Não vou dizer que seja um software gratuito pois não é, simplesmente é livre, o que seria isso, você pode usufruir de todos os recursos pagando ou não por ele, temos exemplos bons para isso.

1) Existem diversas distribuições de GNU/Linux que simplesmente vamos ao site oficial e baixamos o CD ou DVD de instalação e pronto temos o SO funcionando sem custos.
2) Existem também as distribuições que são livres mas tem licença de uso, exemplo é a RedHat que resolveu fornecer suporte jurídico para seus potenciais clientes, dando-lhes a licença e contrato de uso, isso não quer dizer que as distribuições que não tem custo não tenham esse suporte, mas ele simplesmente não é centralizado.

Depois de tudo o que opinei, você chegará para mim e dirá: “Mas tem softwares que não vão rodar no Linux“, eu digo que se você quiser ser livre de verdade busque a alternativa, pois acredito, e confirmo, sempre vai ter alguém disposto a lhe fornecer a solução, pois esse é o conceito dessa nova cultura da informática.

Conhecimento não deve ser fechado, deve ser compartilhado.

Bom aqui temos um paradigma, qual seria?

Na opinião do mercado capitalista, esse conceito de liberdade é sulreal, por que temos a falsa impressão que se eu não souber mais que o outro eu não terei futuro, não terei lucro.

Não é bem assim, minha condição não é determinada por aquilo que sei fazer, mas sim pelo que sei e como o faço.

É confuso realmente, mas mesmo que compartilhe o que sei com você, isso não vai tirar o que já tenho, mas vai acrescentar naquilo que sou.

Sejam livres!

Follow me!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *